DEZEMBRO / 2017 - 19 MILHÕES DE PÁGINAS VISTAS - OBRIGADO PELA COMPANHIA

DEZEMBRO / 2017 - 19 MILHÕES DE PÁGINAS VISTAS - OBRIGADO PELA COMPANHIA
NOSSA DIGITAL É A DEFESA DE QUEM TRABALHA E TRABALHOU !

sábado, 16 de dezembro de 2017

PAGAMENTO DA FOLHA DE NOVEMBRO - COMPLEMENTO TERÁ DUAS PARCELAS ATÉ 31/12/2017

ATENÇÃO SERVIDOR !

Referente à FOLHA DE NOVEMBRO. 

Os servidores que nada receberam agora no dia 14/12/2017 - (211.638 servidores ativos, aposentados e pensionistas, em um total de R$ 619,6 milhões devidos) e viram com decepção as primeiras informações de que o dinheiro do empréstimo é insuficiente para que eles recebam, além de OUTUBRO, também o pagamento de novembro, tem agora uma nova informação, que se confirmada, vai reduzir suas dificuldades nessa reta final de 2017.

No próximo dia 20/12, o governo pretende pagar uma primeira parcela do salário de NOVEMBRO. Devem ser contemplados os servidores com remuneração mais baixa, na faixa de 1 salário mínimo.

Uma segunda parcela, provavelmente em 28/12/2017, será paga, dependendo sua confirmação, número de servidores incluídos e valor depositado, da ARRECADAÇÃO de DEZEMBRO.

O BLOG acompanha, busca mais detalhes, busca mais certeza, e espera que de fato assim ocorra. O correto e justo era pagar a todos, TUDO O QUE TEM DIREITO, mas, se ao menos reduzir a dificuldade de muitos, já será melhor do que nada.

DEMISSÕES EM MASSA DE PROFESSORES DA UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ - BARRADAS PELA JUSTIÇA

Estácio
Em caso de descumprimento, a universidade deverá pagar R$ 400 por dia por cada trabalhador demitido
15/12/2017 
MARTHA IMENES / O DIA

Rio - Os professores demitidos da universidade Estácio de Sá ganharam mais dois rounds na luta pela reversão das demissões. O primeiro foi uma decisão do juiz titular da 6ª Vara do Trabalho, em Ribeirão Preto, José Antônio Ribeiro de Oliveira Silva, anulou a demissão coletiva de 58 professores feita pela Sociedade de Ensino Superior Estácio Ribeirão Preto, que faz parte do grupo. 

E no Rio, a Justiça concedeu mais uma liminar contra as demissões da Universidade Estácio de Sá, que anunciou na semana passada o desligamento de 1,2 mil professores, alguns com quase 20 anos na instituição. Desta vez, o pedido partiu do Ministério Público do Trabalho (MPT). A decisão vale para todo território nacional. 

De acordo com parecer da juíza substituta Tallita Massucci Toledo Foresti, do Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região, a Estácio terá de suspender as dispensas e as homologações já designadas pelo prazo de 30 dias. 

As fichas funcionais de todos os professores dispensados terão de ser entregues em 72 horas, ordenou a juíza. Ela observa que a urgência se deve "já que a prova dos autos indica que novas dispensas ocorrerão nos dias 15, 16, 17 e 18 de dezembro", afirmou. 

NOTA DO BLOG 

É apenas um dos casos, está tendo forte repercussão por ser com a UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ, por se tratar da demissão em massa de 1.200 PROFESSORES. Mas a FAMIGERADA REFORMA TRABALHISTA DE MICHEL TEMER, com o apoio do DEM de Rodrigo Maia, o PSDB de Aécio Neves, o PTB de Roberto Jefferson ou o PP de Francisco Dornelles, já está fazendo e vai fazer a vida dos trabalhadores um INFERNO.

13o. SALÁRIO DOS SERVIDORES E MAGISTRADOS DO TJ/RJ SERÁ PAGO DIA 20/12/2017

STF / MINISTRO DIAS TOFFOLI HOMOLOGOU O ACORDO EM 15/12/2017

O ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal, homologou hoje - 15/12/2017 - o acordo entre o governo do Rio de Janeiro e o Tribunal de Justiça do estado (TJ-RJ), no sentido de garantir que com recursos do Fundo Especial do Tribunal, os funcionários do Judiciário - Serventuários - Magistrados da ativa e aposentados e pensionistas, aí só de Magistrados, recebam até o dia 20//12 o Décimo Terceiro de 2017. 

O acordo desse ano repete o do ano passado. O estado terá que devolver esses recursos, ainda que sejam parcelados. Se não pagar as parcelas sofrerá ARRESTO autorizado pelo STF.

PAGAMENTO DE BOLSISTAS - SECRETARIA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA PROMETE PAGAR SETEMBRO NO PRÓXIMO DIA 18/12

ATRASO VERGONHOSO

É uma situação que causa profundo desalento e desestimula quem acredita no VALOR DA EDUCAÇÃO e PESQUISA. 

Seriam necessários aproximadamente R$ 83 milhões para pagar SETEMBRO, OUTUBRO E NOVEMBRO, mas, SÓ VAI SAIR O PAGAMENTO de setembro, conforme a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia, inovação e Desenvolvimento Social informou ontem.

Serão creditados cerca de R$ 21 milhões para o pagamento de bolsistas da Faperj, da Uerj, da Uezo, da Uenf e da Fundação Cecierj, e o depósito ocorrerá na próxima segunda-feira dia 18/12.


O BLOG pede aos BOLSISTAS que nos abasteçam com informações, denúncias, reivindicações. E na próxima segunda-feira, informem se realmente receberam.

O LEITOR COLABORA E INFORMA

Servo, nós bolsistas uerj proatec , não são 3 somente. e sim 5 . maio, julho, setembro, outubro e agora novembro.tenho até o n das pv's

sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

PAGAMENTO DOS SERVIDORES DO RIO - GOVERNO NÃO VAI COLOCAR TODOS OS SALÁRIOS EM DIA EM 2017


RUIM DE MATEMÁTICA E SEM EXPLICAR COM TRANSPARÊNCIA E CORREÇÃO, QUAL O DESTINO DOS RECURSOS QUE O ESTADO ARRECADA.

Quem se informa pelo Blog Conexão Servidor Público não ficou SURPRESO com o fato do governador Pezão ter declarado hoje que seu governo vai mais uma vez descumprir a promessa de colocar os salários dos servidores do estado do Rio de Janeiro em dia.

Desde a semana passada nós havíamos ALERTADO sobre a DATA de 14 de dezembro - 10o. dia útil - como sendo a data limite para que a realidade financeira desse final de ano e do ano que logo se incia, fosse conhecida em sua extensão.

Ontem, o governo pagou NOVEMBRO para as categorias de servidores - SEGURANÇA - SEEDUC - DEGASE - PGE - que sempre recebem integralmente e dentro do que prevê o calendário. Pagou ainda o que restava de SETEMBRO - R$ 103 milhões - mas não pagou nada de OUTUBRO, folha vencida pela qual mais de 200 mil servidores também esperavam. Pior, o governo emitiu uma NOTA de PAGAMENTO, e da forma mais absurda nem tocou no CALOTE DE OUTUBRO.

Com os R$ 2 BILHÕES que vai receber na semana que vem, provenientes de maior parte do empréstimo que tomou junto ao Banco BNP PARIBAS (ainda faltam R$ 900 MILHÕES), o governo vai então quitar essa FOLHA de Outubro, vai quitar o 13o. SALÁRIO de 2016, as gratificações devidas aos profissionais da segurança pública, que esperam por esse dinheiro desde 2015, e ainda terá algo em torno de R$ 150 MILHÕES para pagar uma pequena parte da FOLHA de Novembro.

Nem agora, nem nunca, o governo do Rio de Janeiro colocará salários em dia, e os manterá em dia, se não tiver RECURSOS DA ARRECADAÇÃO MENSAL, em montante suficiente para honrar essa Rubrica.

Como admitir que hoje, 15 de dezembro, o tesouro do estado não guarde sobras do que arrecadou durante todo novembro, e durante essa primeira quinzena do mês ?

Como acreditar que em Janeiro, ainda que se antecipe os R$ 900 MILHÕES, ele conseguirá pagar a diferença que falta de novembro + o salário total de dezembro e mais o prometido décimo terceiro salário de 2017.

É questão de matemática: NOVEMBRO: R$ 620 MILHÕES + FOLHA DE DEZEMBRO R$ 1.6 BILHÕES + DÉCIMO 2017 R$ 1.6 BILHÕES. TOTAL R$ 3.8 BILHÕES. Se a situação financeira do estado está mesmo do jeito que o governo alega, de onde ele vai conseguir tirar essa montanha de dinheiro ?

Que esse ALÍVIO de agora permita aos servidores se refazerem, que passem um final de ano pouco menos sofrido e de menor privação, mas, que ninguém duvide, vai ser preciso entrar em 2018 indo pra cima do governo PEZÃO, cobrando SATISFAÇÃO E TRANSPARÊNCIA, e acima de tudo BUSCANDO uma forma MENOS INJUSTA de se fazer os pagamentos mensais.

ESTÁ ASSINADO O CONTRATO
ESSA DÚVIDA NÃO EXISTE MAIS
Foto divulgação Governo Federal

PUBLICADO NO DIÁRIO OFICIAL PARTE DA AUTORIZAÇÃO DO EMPRÉSTIMO AO RIO DE JANEIRO

DINHEIRO QUASE NO COFRE

DESPACHO DE 14 DE DEZEMBRO DE 2017
Processo nº: 17944.102838/2017-36.
Interessado: Estado do Rio de Janeiro.

Assunto: Contrato de Garantia, a ser firmado entre a União e o Estadodo Rio de Janeiro, com a interveniência do Banco BNP Paribas Brasil S.A. e do TMF Brasil Administração e Gestão de Ativos Ltda., e Contrato de Contragarantia, a ser firmado ente a União e o Estado do Rio de Janeiro, com a interveniência do Banco Bradesco S.A. e do Banco do Brasil S.A., ambos relativos ao Contrato de Mútuo a ser celebrado entre o Estado do Rio de Janeiro e o Banco BNP Paribas Brasil S.A., no valor de R$ 2.900.000.000,00 (dois bilhões e novecentos milhões de reais), nos termos do disposto na Lei Complementar nº 159, de 19 de maio de 2017, e no Decreto nº 9.109, de 27 de julho de 2017, com a redação dada pelo Decreto nº 9.181, de 26 de outubro de 2017.

Contrato de Penhor de Ações, a ser firmado entre a União e o Estado do Rio de Janeiro, nos termos do disposto no § 2º do art. 11 da Lei Complementar nº 159, de 2017.

Tendo em vista as manifestações da Secretaria do Tesouro Nacional e da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional, autorizo, nos termos do art. 11, VI e §§ 1º, 2º e 4º, da Lei Complementar nº 159, de 2017, e dos arts. 11 e 13, § 4º, do Decreto nº 9.109, de 2017, com a redação dada pelo Decreto nº 9.181, de 2017, as contratações mediante o cumprimento das exigências legais cabíveis.

HENRIQUE DE CAMPOS MEIRELLES
Ministro

NOTA DO BLOG

É A BUROCRACIA, MUITO PAPEL...

Na cerimônia de hoje serão assinados os três documento de CONTRATO, Garantia e Contra-Garantias, mas não há nenhuma pendência para ser superada.  Tudo resolvido.

RESPOSTAS SOBRE PAGAMENTO !!!!!!!!!!!!!!!!

EMPRÉSTIMO DE R$ 2 BILHÕES AO RIO DE JANEIRO - O QUE O GOVERNO PODE PAGAR DE SALÁRIOS COM ESSE DINHEIRO.

PREFEITURA DO RIO PAGA DÉCIMO TERCEIRO SALÁRIO 2017 - 2a. PARCELA

 NA SEGUNDA DIA 18/12

EMPRÉSTIMO DE R$ 2 BILHÕES AO RIO DE JANEIRO - O QUE O GOVERNO PODE PAGAR DE SALÁRIOS COM ESSE DINHEIRO


Desde o início do ano de 2017 que os servidores do estado do Rio de Janeiro escutam a promessa de que quando fosse liberado um empréstimo, dentro do PLANO DE RECUPERAÇÃO FISCAL, eles receberiam todos os salários que estivessem em atraso, e os pagamentos daí em diante ocorreriam dentro dos prazos do calendário.

O tempo passou e nós chegamos ao mês de DEZEMBRO.

AMANHÃ, finalmente será assinado o CONTRATO DO EMPRÉSTIMO, e na terça ou quarta-feira da semana que vem esse dinheiro estará nos cofres do Rio de Janeiro. Espera-se que imediatamente seja transferido, em forma de salário, para a conta-corrente de todos os servidores que esperam por receber o que lhes é devido.

O governo vai receber R$ 2 BILHÕES agora, e mais R$ 900 MILHÕES dentro de 60 dias.

Os R$ 2 BILHÕES DE AGORA VÃO DAR PARA PAGAR O QUÊ ?

Folha em atraso de OUTUBRO - R$ 576,7 milhões. 207 mil servidores (matrículas) ainda não receberam

Décimo Terceiro Salário de 2016 - R$ 1 BILHÃO e 200 milhões

GRATIFICAÇÕES DA SEGURANÇA - R$ 50 milhões

PAGAMENTO DE NOVEMBRO - R$ 619,6 milhões. Pendente para 211.638 servidores ativos, aposentados e pensionistas.

A soma da o seguinte resultado: R$ 2 BILHÕES E 445 MILHÕES.

Ou seja, para colocar tudo em dia, exceto o DÉCIMO TERCEIRO DE 2017, O ESTADO TEM QUE ENTRAR COM R$ 445 MILHÕES.

ATENÇÃO: Números aproximados e arredondados.

APROVADA GRATUIDADE NO TRANSPORTE PARA ALUNOS DAS REDES FEDERAL E MUNICIPAL

A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou nesta quinta-feira (14/12), em segunda discussão, o projeto de lei 2.768/17, que assegura a gratuidade nos transportes intermunicipais por ônibus, além de barcas, metrô e trem, aos alunos das redes públicas municipal e federal de ensino. O texto, de autoria de 38 deputados, seguirá para o governador Luiz Fernando Pezão, que terá 15 dias úteis para decidir pela sanção ou veto.

O projeto modifica a Lei 4.510/05, que definiu a gratuidade nos transportes intermunicipais para estudantes da rede pública estadual de ensino e pessoas com deficiência. A legislação determinava que o passe livre para alunos que estudam em instituições municipais e federais deve ser regulamentado pelo Governo do Rio.

Com essa alternativa na lei, em maio deste ano, a Secretaria de Estado de Educação (Seeduc) anunciou a suspensão do passe livre para estudantes de escolas municipais e federais, o que afetaria cerca de 27 mil alunos fluminenses. A justificativa do Governo era a crise financeira do estado do Rio, já que o estado fazia o repasse dos valores das passagens. No entanto, a Justiça concedeu liminar suspendendo a decisão da Seeduc.

Segundo o texto, os institutos federais deverão controlar periodicamente as listas de alunos beneficiários. Além disso, a norma permite que o Governo do Estado busque junto à União uma forma de ressarcir os gastos com o transporte desses estudantes.

Um dos autores do projeto, o deputado André Ceciliano (PT) ressaltou que o passe é essencial para os estudantes. "Discutimos com o Governo e conseguimos essa articulação para reconhecer o benefício, que é uma dificuldade grande e antiga”, disse o parlamentar. “Não interessa se a escola é federal, estadual ou municipal, e sim se ela fica no estado do Rio. Milhares de estudantes de famílias pobres seriam impedidos de estudar”, completou o deputado Gilberto Palmares (PT), que também assina a proposta.

Alunos beneficiados

Estudantes de escolas federais acompanharam a votação nas galerias do plenário e comemoraram a aprovação. Caroline Januário, aluna do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro (IFRJ) de Duque de Caxias, afirmou que os alunos não têm como arcar com esse custo. "O RioCard para a gente é muito mais que acesso a transporte, é acesso a educação. Cortar nosso passe livre é dizer que não teremos acesso a uma educação pública de qualidade", disse.

Fonte: Site da Alerj

REFORMA DA PREVIDÊNCIA SÓ SERÁ COLOCADA EM VOTAÇÃO EM 2018 - GOVERNO PERDEU A BATALHA EM 2017

MICHEL TEMER, HENRIQUE MEIRELLES E RODRIGO MAIA ADMITEM QUE NÃO TEM VOTOS PARA APROVAR A REFORMA


Já tem uma DATA PROVÁVEL a votação da REFORMA DA PREVIDÊNCIA na Câmara dos Deputados. Será, segundo o Deputado Rodrigo Maia, dia 19 de fevereiro de 2018. O governo desistiu de colocar em votação agora, e ficou evidente que dentro da BASE DE APOIO do presidente Temer, há uma RACHADURA que só faz crescer.

Até o ano que vem, muita água passa por debaixo da PONTE. 

O governo vai apostar em convencer os DEPUTADO$, e para isso conta com as VERBA$ de 2018. 

Em 2017, Temer esgotou tudo o que tinha para oferecer, em troca de ver IMPEDIDA a investigação contra ele no STF.

Já os trabalhadores precisam se organizar, precisam ser mais presentes e atuantes, precisam conhecer de fato, o tamanho do prejuízo que terão se essa REFORMA passar do jeito que o governo quer.

HOJE: NOVA MATÉRIA SOBRE O QUE O GOVERNO DEVE PAGAR COM O RECURSO DO EMPRÉSTIMO.

quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

CERIMÔNIA DE ASSINATURA ADIA PARA AMANHÃ LIBERAÇÃO DO EMPRÉSTIMO DE R$ 2,9 BILHÃO

GOVERNO FEDERAL QUER FATURAR POPULARIDADE DO EVENTO QUE SERÁ AMANHÃ ÀS 16 HORAS NO PALÁCIO DO PLANALTO
Ficou para amanhã a assinatura do governo FEDERAL no CONTRATO DE EMPRÉSTIMO de R$ 2,9 BILHÕES concedidos pelo Banco BNP PARIBAS ao Rio de Janeiro. Já está tudo resolvido e a documentação aprovada, ou seja, não existem mais pendências a serem superadas.

Ocorre que o GOVERNO FEDERAL exige que seja feita uma solenidade OFICIAL, e como o Presidente Michel Temer só deve estar em condições amanhã de retornar a Brasília, e sua presença é considerada importante no "EVENTO", foi adiado de hoje, não teria mais cerimônia nenhuma, mas acabaram por confirmar e transferir para amanhã.

Como se vê, são os interesses políticos-eleitoreiros se sobrepondo aos interesses e necessidades dos servidores do Rio de Janeiro.

Como forma de evitar um atraso ainda maior na chegada do dinheiro aos cofres do Rio de Janeiro, deverá ser PUBLICADA UMA EDIÇÃO EXTRA DO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO E OUTRA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO. Isso permitirá que o prazo de três dias úteis termine em 20 de dezembro, e o pagamento dos servidores seja efetuado.

Mantido esse cronograma, os servidores vão receber o pagamento dos atrasados, efetivamente no dia 21 DE DEZEMBRO DE 2017

Mais informações em instantes.

Conexão Servidor Público
Por: Servo

ASSINATURA DO CONTRATO DO EMPRÉSTIMO AO RIO DE JANEIRO - SEM HORA E SEM LOCAL CONFIRMADOS


A CERIMÔNIA DE ASSINATURA DO CONTRATO DE EMPRÉSTIMO AO RIO DE JANEIRO está de forma extra-oficial marcada para hoje.

Não se sabe, porém, ONDE ACONTECERÁ e a que horas.

Uma consulta às AGENDAS de hoje, DAS AUTORIDADES que participarão do ATO, nos mostra o seguinte:



Fernando Pezão que está em Brasília (NADA CONSTA).

A AGENDA DO MINISTRO HENRIQUE MEIRELLES ESTÁ CHEIA, MAS...
Agenda do Ministro

Ministério da Fazenda
HENRIQUE DE CAMPOS MEIRELLESQuinta, 14 de Dezembro de 2017

09h30
Reunião com o senador Fernando Bezerra Coelho (PMDB-PE)
Local: Ministério da Fazenda

10h30
Entrevista coletiva sobre a previsão de crescimento da economia para 2018
Local: Ministério da Fazenda

11h30
Reunião com o prefeito de Salvador, Antonio Carlos Magalhães Neto
Local: Ministério da Fazenda

15h00
Reunião com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia
Local: Gabinete da Presidência, Câmara dos Deputados
ATENÇÃO: PODE SER ENCAIXADA NESSE HORÁRIO - DEPENDE DE CONFIRMAÇÃO

17h00
Participa da posse do ministro-chefe da Secretaria de governo da Presidência, Carlos Marun
Local: Palácio do Planalto

AGENDA DO PRESIDENTE MICHEL TEMER
Agenda do Presidente Michel Temer

Presidência da República
PRESIDENTE MICHEL TEMER - Quinta, 14 de Dezembro de 2017

Alteração
16h00
Antônio Carlos Magalhães Neto, Prefeito de Salvador/BA
Local: Palácio do Planalto

17h00
Cerimônia de posse do ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun
Local: Palácio do Planalto

NOTA DO BLOG: Conforme informado pelo BLOG, o presidente Temer apresentou problema de saúde, necessitando ser submetido a uma cirurgia urológica ontem em São Paulo. Sua AGENDA está reduzida ao absolutamente necessário segundo critérios do PLANALTO.

A TV DO PLANALTO DEVE TRANSMITIR A CERIMÔNIA
PARA CONFERIR - CLIQUE AQUI !

O BLOG ESTÁ ACOMPANHANDO

quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

GOVERNO DO RIO PAGA PARTE DA FOLHA DE NOVEMBRO E QUITA TODA A FOLHA DE SETEMBRO

OUTUBRO CONTINUA NO "LIMBO" E NEM É CITADO NA NOTA OFICIAL DO GOVERNO - CONFIRA AQUI
O PAGAMENTO SERÁ DEPOSITADO AO LONGO DO DIA - EM 14/12/2017

O governo do estado do Rio de Janeiro, paga nesta quinta-feira - 14/12

FAZENDA PAGA INTEGRALMENTE OS SALÁRIOS DE NOVEMBRO DA EDUCAÇÃO E SEGURANÇA
13/12/2017 


Também serão quitados os salários pendentes de setembro; valor total depositado será de R$ 1,026 bilhão


A Secretaria de Estado de Fazenda deposita nesta quinta-feira (14/12) R$ 922 milhões referentes aos pagamentos integrais do mês de novembro para os servidores ativos da Educação e do Degase, e para os servidores ativos, aposentados e pensionistas da Segurança - policiais militares e civis, bombeiros, agentes penitenciários e funcionários das secretarias de Segurança e Administração Penitenciária e órgãos vinculados. Ao todo, serão depositados os vencimentos para 78.532 ativos da Educação e do Degase, e 159.156 ativos, inativos e pensionistas da Segurança.


Com isso, o pagamento de novembro ficará pendente para 211.638 servidores ativos, aposentados e pensionistas, em um total de R$ 619,6 milhões.


Também será quitada nesta quinta-feira (14/12) a folha de pagamento de setembro, com depósito de R$ 103,6 milhões para os 25.287 servidores que ainda não haviam recebido seus vencimentos integrais do mês.


Os depósitos serão efetuados ao longo do dia, mesmo após o término do expediente bancário.

Quanto a FOLHA de SETEMBRO, conforme o BLOG informou que deveria ocorrer, foi confirmada a quitação para os pouco mais de 25 mil servidores que ainda aguardavam por esse pagamento.

A NOTA DO GOVERNO, VIA SEFAZ, omite de forma VERGONHOSA que o pagamento de OUTUBRO É DEVIDO para mais de 200 mil servidores. 

É uma vergonha atrasar, outra vergonha ainda mais GRAVE é, descaradamente não prestar ao servidor uma satisfação sobre o pagamento.



A questão agora é ver como o governo do estado fará em relação ao empréstimo e aos salários que continuam em atraso. 

RECEBEU ? INFORME AQUI

ATENÇÃO !
A MANIFESTAÇÃO DE HOJE EM FRENTE AO PALÁCIO GUANABARA FOI CANCELADA.

AVISO DE PAGAMENTO - ESTADO DEVE INFORMAR HOJE A QUEM E O QUE VAI PAGAR AMANHÃ - 10o. DIA ÚTIL

O BLOG entra em compasso de espera pela liberação da informação OFICIAL dos pagamentos que serão realizados amanhã.


Extraoficialmente o governo Pezão já informou que vai pagar NOVEMBRO aos ativos, aposentados e pensionistas da área de SEGURANÇA, os ATIVOS do DEGASE e SEEDUC, e deve pagar também PGE. O pessoal da Fazenda e do PRODERJ também tem chances de receber NOVEMBRO amanhã, dia 14/12.

A DÚVIDA e GRANDE ANSIEDADE é sobre o pagamento de SETEMBRO e OUTUBRO, que estão com atraso imenso. 60 MIL ESPERAM POR QUITAÇÃO DE SETEMBRO, e mais de 200 MIL, ESPERAM pela quitação de OUTUBRO.

O governo precisa  usar RECURSOS PRÓPRIOS para quitar estas folhas, sem esperar pelo dinheiro do empréstimo dos R$ 2,9 BILHÕES e que só na semana que vem estará disponível.


Se o governo pagar todo o restante de setembro, e ao menos parte de outubro já amanhã, vai sinalizar na direção de que de fato colocará, alem das gratificações aos profissionais de segurança e o DÉCIMO TERCEIRO de 2016 em dia, pagará para todos os servidores o salário de novembro.


É preciso acompanhar como o governo PEZÃO vai se movimentar nesse final de ano dentro desse XADREZ POLÍTICO/ FINANCEIRO. 

O FUTURO a DEUS PERTENCE, mas, do que acontecer de amanhá até o final do mês, contando que a ARRECADAÇÃO de Dezembro sempre cresce, e que o governo pode ter DINHEIRO GUARDADO EMBAIXO DO COLCHÃO, vai permitir saber quanto de SOFRIMENTO ACABOU por agora, e quanto de sofrimento é possível esperar para 2018.

SERVO
Conexão Servidor Público
Reprodução permitida com citação da Fonte.

ALERJ APROVA FUNDO PARA SEGURANÇA E ANALISA PEC DO DUODÉCIMO PARA SAÚDE E EDUCAÇÃO

MEDIDAS IMPORTANTES E QUE PODEM RESULTAR EM MELHORIA DOS SERVIÇOS PRESTADOS PELO ESTADO DO RIO DE JANEIRO.


COMISSÃO DISCUTE PECS QUE REPASSAM VERBAS PARA UNIVERSIDADES E PARA A SAÚDE
A Comissão de Emendas Constitucionais e Vetos da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), presidida pelo deputado Marcos Muller (PHS), discute duas propostas de emenda constitucional (PEC) nesta quarta-feira (13/12), às 13h30, na sala 316 do Palácio Tiradentes. As PECs 47/17 e 40/16 garantem transferências de verbas mensais para as universidades estaduais e para a saúde pública, respectivamente, por meio de duodécimos.


Universidade do Estado do Rio (Uerj), Fundação Centro Universitário Estadual da Zona Oeste (Uezo) e Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf) passam por grandes dificuldades financeiras e seus alunos sofrem com a falta de infraestrutura básica. Para ajudar a reverter a situação, os parlamentares defendem o repasse de duodécimos - pagamentos obrigatórios e diretos do Tesouro Estadual, como os que são feitos os repasses aos poderes Legislativo e Judiciário por exemplo.

A PEC 47/17 é de autoria dos deputados Bruno Dauaire (PR), Luiz Paulo (PSDB), Comte Bittencourt (PPS), Waldeck Carneiro (PT), Geraldo Pudim (PMDB), Gilberto Palmares (PT), Dr. Julianelli (Rede), Jorge Felippe Neto (DEM), Paulo Ramos (sem partido), Wanderson Nogueira (PSol), Zeidan (PT), Carlos Minc (sem partido), Tia Ju (PRB), Carlos Osorio (PSDB) e o deputado licenciado Pedro Fernandes.

Já a PEC 40/16, dos deputados Enfermeira Rejane (PCdoB), Jorge Felippe Neto (DEM), e Wanderson Nogueira (PSol), determina o repasse de recursos na forma de duodécimos até o dia 20 de cada mês ao Fundo Estadual de Saúde. Segundo os parlamentares, o objetivo é garantir a autonomia financeira do fundo.

FUNDO DE SEGURANÇA PÚBLICA

A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou nesta terça-feira (12/12), em segunda discussão, a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 56/17, que autoriza a criação de um Fundo de Investimentos e Ações de Segurança Pública e Desenvolvimento Social. 

A PEC altera os artigos 183 e 263 da Constituição Estadual, e determina que os recursos do fundo sejam compostos por 5% dos royalties e participações especiais do pré-sal, além de doações de entidades públicas ou privadas, entre outros, que serão destinados para a implementação de programas e projetos. Os recursos não poderão ser utilizados para o pagamento de salários.

Um projeto de lei complementar que vai criar o fundo e deverá ser enviado em breve para a Alerj. “Isso vai ajudar na manutenção das polícias, pois boa parte dos recursos que o orçamento de 2018 prevê é para o custeio da folha de pessoal da área”.

Assessor de relações institucionais da Polícia Civil, Gilbert Stivanello, disse que a PEC é importante para garantir um recurso obrigatório para a área. “O valor não vai resolver todos os problemas, mas vai ajudar. Sem segurança pública nenhuma das outras áreas fundamentais pode ser exercida”, avalia.

Fonte: Site da ALERJ

   LEIA OUTRAS MATÉRIAS - FIQUE BEM INFORMADO - LEIA + LEIA +



terça-feira, 12 de dezembro de 2017

CONTRATO DO EMPRÉSTIMO AO RIO DE JANEIRO RECEBE AVAL DA FAZENDA NACIONAL E SERÁ ASSINADO NA QUINTA-FEIRA DIA 14/12/2017

Ainda não tem nota oficial, mas o Ancelmo Gois é uma fonte segura de informações.

POR ANCELMO GOIS

Aleluia. 

Quarta-feira da semana que vem, dia 20, o Estado do Rio pode, finalmente, quitar os salários atrasados de todos os seus funcionários e pensionistas.

Acaba de ser finalmente marcado para quinta, agora, dia 14, o acordo pelo qual o banco francês BNP Paribas emprestará R$ 2,9 bilhões ao Rio.

Três dias úteis depois, esse dinheiro deve ser disponibilizado na conta do funcionalismo e dos aposentados. Tomara!

NOTA DO BLOG

Reduzem-se a quase zero as incertezas. O BLOG aqui acertou quando esticou até quinta-feira o prazo para a assinatura / solenidade do acordo. A publicação em Diário Oficial pode ser feita no mesmo dia. O Banco pode encurtar o tempo de repasse do dinheiro, e o pagamento ser feito até antes do dia 20/12.

O que importa mesmo nesse momento, é saber que que o Estado do Rio recebeu o aval da Procuradoria da Fazenda Nacional, e com isso está tudo pronto para o acordo ser assinado e o empréstimo de R$ 2,9 BILHÕES ser liberado.

Sofrimento perto do fim. Parabéns aos servidores do Rio de Janeiro pela sua capacidade de resistência.

ALERJ APROVA EMENDA QUE PRIORIZA PAGAMENTO DOS SERVIDORES E VETA PARCELAMENTOS

A EMENDA PODERÁ SER VETADA POR FERNANDO PEZÃO, PRECISANDO ENTÃO QUE A ALERJ DERRUBE O VETO.


A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) votou nesta terça-feira (12/12), em sessão extraordinária, o projeto de lei 3.449/17, de autoria do Executivo, que estima a Receita e fixa a Despesa para o Exercício Financeiro de 2018 e se tornará a Lei Orçamentária Anual (LOA). 

DÉFICIT DE R$ 10 BILHÕES

Menor do que o do presente ano, o governo prevê uma arrecadação de R$ 63,3 bilhões para o ano de 2018, estimando as despesas em R$ 72,5 bilhões, o que gera um déficit próximo a R$ 10 bilhões.

A LOA de 2018 já contempla a previsão de Receita de R$ 4,6 bilhões com operações de créditos, por meio do Regime de Recuperação Fiscal (RRF) assinado com a União.

Com relação às despesas, o maior gasto do estado em 2018 será com a Previdência, aproximadamente R$ 22 bilhões. O governo também gastará R$ 34 bilhões com o pagamento dos salários dos servidores ativos. O setor que mais receberá recursos do estado em 2018 será a Segurança Pública, com previsão de receita de R$ 11 bilhões, englobando as pastas de Segurança, Defesa Civil e Administração Penitenciária. Já a Educação deve receber R$ 7,5 bilhões e a Saúde, R$ 6,3 bilhões.

EMENDA DO PSOL TENTA GARANTIR SALÁRIO DOS SERVIDORES

De autoria do Deputado Eliomar Coelho, a Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) aprovou a emenda do Psol ao projeto de lei orçamentária de 2018 para priorizar o pagamento de salários do funcionalismo e impedir o parcelamento dos depósitos. A base do governo foi surpreendida. Foram 22 votos favoráveis e 21 contrários. É fato que Pezão pode VETAR essa emenda, ficando a decisão para uma possível derrubada do VETO pela própria ALERJ.

Isso só deve ser decidido após o recesso parlamentar do ano que vem.

DÓLAR DISPARA E BOLSA CAI - É O ADIAMENTO DA REFORMA DA PREVIDÊNCIA ? NÃO ! É A PRÓSTATA DE MICHEL TEMER

A boataria em Brasilia está forte. Mas, os jornais e sites e blogs da grande imprensa, tiraram o assunto de pauta. Ninguém noticia, mas o que já se falou e especulou foi o bastante. O DÓLAR DISPAROU E A BOLSA CAIU.

Temer admitiu hoje que a REFORMA da PREVIDÊNCIA vai ficar para o ANO QUE VEM. O governo não tem votos para aprovar.

Mas, o que está mexendo com a rede boataria em Brasília, é que ontem TEMER precisou ir ao DEPARTAMENTO MÉDICO do Palácio do Planalto. Hoje precisou novamente procurar um HOSPITAL, se submeteu a exames UROLÓGICOS e, dependendo do que os médicos decidirem , ele pode viajar ainda hoje para SÃO PAULO.

Estão tentando fingir que não é nada, mas, o pedido para que não se fale no assunto por ora, acendeu o sinal de ALERTA. Se não há nada, como explicar DUAS idas em busca de atendimento, e com uma provável viagem para o HOSPITAL SÍRIO-LIBANÊS, para ser visto pelos médicos que o operaram da PRÓSTATA tem pouco tempo ?

PAGAMENTO DOS SERVIDORES DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - ATRASOS E LIBERAÇÃO DO EMPRÉSTIMO

AGUARDANDO QUE EM BRASÍLIA LIBEREM O CONTRATO PARA SER ASSINADO PELO GOVERNO DO RIO, UNIÃO E BANCO BNP PARIBAS.
Matéria ATUALIZADA para permitir que os leitores comentem, sem dificuldade de carregamento da página / caixa de comentários. 

Na manhã de ontem o presidente Temer se encontrou com o Ministro Henrique Meirelles e a ADVOGADA GERAL DA UNIÃO. À tarde, TEMER passou por exames em Brasília (REVISÃO CARDIOLÓGICA E UROLÓGICA), enquanto Meirelles viajou para a região norte do país. O assunto do CONTRATO foi tratado de forma protocolar. A preocupação de Temer nesse momento está voltada para a REFORMA DA PREVIDÊNCIA e para o fato de que seu O HOMEM DA MALA - Rocha Loures -VIROU RÉU POR CORRUPÇÃO.

O governador PEZÃO tem viagem programada para Brasília. A cerimônia de assinatura do Contrato deve ocorrer entre amanhã e quinta-feira. A publicação no Diário Oficial da União SERÁ IMEDIATA, para permitir a liberação do dinheiro.

Os servidores devem ficar atentos. Tem muita "informação" circulando, a maioria não passa de boato.

Tem quem diga que já aconteceu o que não aconteceu, e tem quem adie 'AD ETERNUM', o que está prestes a ser concluído. Informação só com fonte, só com link de onde foi publicado.

O blog aguarda e busca notícias seguras, não podemos passar aos leitores aquilo que ainda não foi confirmado. Estamos ligados no assunto, atentos à situação dos servidores, mas não temos a preocupação de informar primeiro, temos a preocupação de informar com correção.

ATENÇÃO: As gratificações DEVIDAS pelo governo e que estão colocadas para serem pagas com a liberação do empréstimo, são referentes a horas extras, extensão de plantão e complementações, feitas por servidores da área de segurança, e somente a eles devidas. Demais gratificações e premiações de outros profissionais e categorias, não estão com promessa de pagamento relacionadas a essa situação de liberação do empréstimo.

>>>> Muitos servidores alegam não ter recebido o décimo terceiro salário de 2016, mesmo estando entre os que se enquadram nas condições para isso. Nossa opinião é que devem aguardar agora o pagamento. Caso não recebam, procurar então o RIOPREVIDÊNCIA munido d etoda documentação necessária para recorrer.

REFORMA DA PREVIDÊNCIA - MICHEL TEMER VAI AO "SUPERMERCADO" COMPRAR VOTOS DE DEPUTADOS.

BRASÍLIA - O governo escalou nesta segunda-feira, 11, uma tropa de choque de ministros para negociar diretamente com os deputados os votos pela aprovação da reforma da Previdência e acenou com mais recursos de emendas.

A negociação entrou agora no “varejão” com as demandas individuais sendo analisadas. De olho nas eleições de 2018, há políticos que pedem até mesmo para que seus adversários não sejam beneficiados pelos recursos, num xadrez complexo de ser administrado pelos líderes dos partidos.


NOTA DO BLOG
O que conta não são convicções, ou o que é de direito e melhor para os brasileiros, o que conta para definir o voto de muitos deputados, é quanto o governo vai colocar no bolso de cada um deles. 

Descaradamente o governo compra, e desavergonhadamente eles vendem o VOTO na questão da REFORMA DA PREVIDÊNCIA, ASSIM COMO EM OUTRAS MATÉRIAS.

Fica difícil de acreditar e confiar num parlamento que se assemelha a uma feira livre, ou prateleira de supermercado, num verdadeiro BALCÃO DE NEGOCIATAS.

segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

PAGAMENTO DOS SERVIDORES DO ESTADO - SETEMBRO /OUTUBRO / NOVEMBRO / DÉCIMO TERCEIRO / GRATIFICAÇÕES

AGUARDANDO QUE EM BRASÍLIA OS TÉCNICOS LIBEREM O CONTRATO PARA SER ASSINADO PELO GOVERNO DO RIO, UNIÃO E BANCO BNP PARIBAS.
Matéria para permitir que os leitores comentem, sem dificuldade de carregamento da página / caixa de comentários. Não há muito o que se dizer nesse momento.


Pela manhã o presidente Temer se encontrou com o Ministro Henrique Meirelles e a ADVOGADA GERAL DA UNIÃO. Agora à tarde, TEMER passa por exames em Brasília (REVISÃO CARDIOLÓGICA E UROLÓGICA), enquanto Meirelles viajou para a região norte do país. O assunto do CONTRATO foi tratado de forma protocolar. A preocupação de Temer nesse momento está voltada para a REFORMA DA PREVIDÊNCIA e para o fato de que seu AMIGO - O HOMEM DA MALA - Rocha Loures -VIROU RÉU POR CORRUPÇÃO.

O governador PEZÃO deve viajar para Brasília. A cerimônia de assinatura do Contrato deve ocorrer entre amanhã e quinta-feira. A publicação no Diário Oficial da União SERÁ IMEDIATA, para permitir a liberação do dinheiro.

Os servidores devem ficar atentos. Tem muita "informação" circulando, a maioria não passa de boato e "chute".

Tem quem diga que já aconteceu o que não aconteceu, e tem quem adie 'AD ETERNUM', o que está prestes a ser concluído. Informação só com fonte, só com link de onde foi publicado.

O blog não pode inventar notícia, não pode passar aos leitores aquilo que não chegou ao seu conhecimento, ou ainda não foi confirmado.

Estamos ligados no assunto, na situação dos servidores. Mas não temos a preocupação de informar primeiro, temos a preocupação de informar certo.

domingo, 10 de dezembro de 2017

SALÁRIO EM ATRASO DOS SERVIDORES DO ESTADO DO RIO - QUANTO, O QUE, E A QUEM TEM QUE SER PAGO


VAMOS LÁ, MAIS UMA VEZ, PARA O PESSOAL SE SITUAR.
VALORES ARREDONDADOS / APROXIMADOS / ESTIMADOS

Considerando o dia 14 de Dezembro como uma DATA em que, dependendo do que for pago até lá pelo estado com recursos próprios da ARRECADAÇÃO, poderemos ter uma melhor avaliação do que será efetivamente pago com os recursos do empréstimo.

Lembrando que em DEZEMBRO a ARRECADAÇÃO do ESTADO cresce de forma significativa

SETEMBRO
25.300 servidores (matrículas) ainda não receberam - Valor para fechar a quitação da Folha: R$ 103 milhões.

OUTUBRO
207 mil servidores (matrículas) ainda não receberam - Valor para fechar a quitação da Folha: (R$ 576,7 milhões).

NOTA: Profissionais da SEGURANÇA entre ativos, aposentados e pensionistas, ATIVOS da SEEDUC e DEGASE, ATIVOS DA PGE, FAZENDA e PRODERJ já receberam estes salários de setembro e outubro.


DÉCIMO TERCEIRO DE 2016
227 mil servidores (matrículas) tem direito ao 13º salário de 2016 - Valor da Folha: R$ 1,2 bilhão. (Arredondado e aproximado para maior). Aposentados e Pensionistas com vencimentos de até R$ 3.200,00 já receberam esse pagamento. Os ativos da SEEDUC, DEGASE e PGE, também receberam.


GRATIFICAÇÕES
Devida a Profissionais da área de Segurança - O último valor estimado dessa dívida gira em torno de até 100 MILHÕES.

NOVEMBRO
Vamos arredondar aqui para R$ 1 Bilhão e 600 milhões o valor da folha mensal.  

É mais do que isso (Tudo dá R$ 2,1 BI), pois tem a administração indireta, órgãos vinculados... Mas consideramos aqui o que o governo informa mensalmente e que engloba a quase totalidade dos servidores do executivo / DIRETA.

DÉCIMO TERCEIRO DE 2017
REPETINDO O MESMO VALO DA FOLHA MENSAL - R$ 1 Bilhão e 600 milhões.

PROJEÇÕES

>>>> Vamos de imediato deixar o décimo terceiro de 2017 de fora. 

>>>> Mensalmente o Governo tem conseguido colocar no 10o. dia útil, cerca de R$ 1 BILHÃO, com os quais paga SEGURANÇA, SEEDUC, DEGASE e PGE.

>>>> O valor do empréstimo que entra agora é de R$ 2 BILHÕES


>>>> A DÍVIDA TOTAL COM OS SERVIDORES ( SETEMBRO + OUTUBRO + 13o. DE 2016 + GRATIFICAÇÕES + NOVEMBRO = R$ 3 BILHÕES E QUINHENTOS E OITENTA MILHÕES. VALORES ARREDONDADOS / APROXIMADOS.


O governo vai ter que colocar até o dia 14/12, ou até o dia da liberação do empréstimo, + R$ 580 MILHÕES, para poder cumprir a promessa de colocar em dia os salários dos servidores.


O BLOG acredita que, considerando a ARRECADAÇÃO, e o atraso referente a setembro e outubro, esse montante possa ser disponibilizado.

Vai ser a "CONTA DO CHÁ", e que não se pode descartar de todo, algum atraso, pagamento parcial, da Folha de novembro.

Dificilmente terá dinheiro para pagar o 13o. de 2017 agora.

A redução do valor de avaliação da CEDAE, reduzido de R$ 3,5 BI para R$ 2,9 BI, foi altamente nociva para os cofres do Estado, dificultando a regularização das finanças e pagamento dos atrasados.

Nesse cenário, não se pode garantir que o salário de DEZEMBRO, pago em JANEIRO vá fluir regularmente.

A entrada dos R$ 900 Milhões restantes do empréstimo, só dará novo fôlego aos cofres do governo, em FEVEREIRO de 2018.

A falta de uma maior transparência das contas do governo do estado, dificulta ser feita uma análise mais "estreita" e segura. Procuramos trazer os números de forma a facilitar o entendimento de todos.

VEM ALÍVIO POR AÍ, mas... as incertezas continuam.

Fica evidente que o Rio está ainda muito longe de normalizar sua situação, de colocar para funcionar os seus serviços, de forma a atender as necessidades e direitos da população.

Esperando contribuir para esclarecer as dúvidas que nos foram apresentadas, ACATANDO  as observações e discordâncias que possam ser trazidas, e torcendo para que em poucos dias tudo isso se transforme de fato em PAGAMENTO, direito dos servidores ativos, aposentados e pensionistas, que vem sendo DESRESPEITADO por dois anos seguidos.

SERVO
Conexão Servidor Público
http://souservidor.blogspot.com.br
DIREITOS RESERVADOS
Reprodução autorizada com citação da fonte.

FALINDO O RIOPREVIDÊNCIA - PEZÃO E MEIRELLES QUEREM RENEGOCIAR OPERAÇÃO FEITA POR SÉRGIO CABRAL

O BLOG FEZ O ALERTA EM JANEIRO DESSE ANO - RELEMBRE A MATÉRIA NA ÍNTEGRA - QUEREM REPETIR O ERRO E FRAGILIZAR AINDA MAIS O RIOPREVIDÊNCIA - VÃO GASTAR R$ 65 MILHÕES EM "ESTUDOS" DE COMO FAZER ESSA RENEGOCIAÇÃO DOS TÍTULOS. 

Publicada em:
14/01/17 17:07
Fuso horário de verão de Brasília
Em NOVEMBRO DE 2016, mais precisamente no dia 11, portanto há dois meses, o Ministro da Fazenda Henrique Meirelles, esteve nos ESTADOS UNIDOS, em Nova York, para se encontrar com o presidente do Bank of America. Nessa viagem, Meirelles tratou abertamente com os BANQUEIROS INTERNACIONAIS, da RENOVAÇÃO DA EMISSÃO DE TÍTULOS DO RIOPREVIDÊNCIA, ou seja, a tal OPERAÇÃO feita pelo ex-governador Sergio Cabral, a qual muitos atribuem a FALÊNCIA do Instituto de Previdência do Rio de Janeiro.

O certo é que, no que depender do Ministro, os títulos do RIOPREVIDÊNCIA que hoje estão nas mãos dos "GRINGOS", algo em torno de R$ 2 BILHÕES, pelos quais eles recebem juros, serão RESGATADOS, e uma NOVA EMISSÃO será feita. 

Óbvio que isso é péssimo para o Rio de Janeiro e para o RIOPREVIDÊNCIA. 

Faz uma emissão de R$ 4 BILHÕES, recebe efetivamente menos do que R$ 2 BILHÕES, outros R$ 2 BILHÕES serão usados para antecipar o resgate dos títulos, o Instituto fica devendo R$ 4 BILHÕES, paga mais juros por mais tempo, e nunca sai dessa ciranda. 

É como o cidadão renovar o seu empréstimo CONSIGNADO, um péssimo negócio. O BANCO te dá uma mixaria que não adianta quase nada, e você volta a dever por um tempo enorme.

Henrique Meirelles sempre foi um representante destes ditos "mercados". É o RENTISMO se sobrepondo aos interesses do Brasil e seu povo.

LEIAM A MATÉRIA, E CONFIRAM - Nós vamos falar mais ainda, e de forma detalhada e simples, sobre o RIO PREVIDÊNCIA. O BLOG está trabalhando no assunto.

*****************************************************************************
Condição número um para ajuda é que estados façam ajuste fiscal, diz Meirelles

Ministro conversou com imprensa após reunião com presidente do Bank of America, em Nova York - 


Publicado: 18/11/2016 
Após reunião com o presidente para América Latina do Bank of America, Alexandre Bettamio, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou hoje (18/11), em Nova York, que os estados devem buscar promover um ajuste rigoroso em suas contas. Ministro também esclareceu que alternativas que estarão sendo avaliadas pela equipe econômica não vão comprometer ajuste fiscal da União. Veja aqui a íntegra da entrevista:

Ministro Henrique Meirelles: Boa tarde. Tivemos uma reunião hoje bastante produtiva discutindo exatamente a possibilidade de o Estado do Rio de Janeiro prosseguir negociações tendo em vista aquela operação de antecipação de recursos por recebimentos futuros de royalties provenientes da exploração do petróleo. Mencionamos isso inclusive, ontem, entre diversas alternativas que de fato estamos estudando. Aproveitando a viagem a Nova York temos explorado aqui essa alternativa específica porque é uma alternativa que depende de mercado. Portanto ela tem que ser discutida com o mercado. E estamos avançando um pouco mais nisso. 

É uma operação que já foi feita em 2014, uma operação similar. Essa é uma operação que viria a substituir aquela original e ampliar um pouco os valores. É uma emissão da Rioprevidência, que é uma empresa não dependente do Estado, portanto de acordo com a LRF ela pode fazer a emissão, e a Rio Previdência tem, de acordo com a lei da década passada, aprovada no Rio de Janeiro, ela tem o direito de receber os royalties do petróleo. E, portanto, a Rioprevidência usaria esses recursos para financiar exatamente o pagamento de aposentadorias etc evitando que o Estado eventualmente tivesse ou tenha que colocar recursos na Rioprevidência, aliviando em consequência um pouco a situação do estado. 

Evidentemente tem um custo financeiro, etc, tem questões de mercado, tem questões da operação atual que ainda está com os papéis no mercado e que, portanto, possivelmente teríamos que liquidar esses papéis para colocar, exatamente, papéis em substituição gerando valores maiores. Portanto isto é o que nós estamos discutindo. 

Henrique Meirelles: Então, como eu estava dizendo, estamos estudando, portanto, diversas alternativas. Esta é certamente uma delas, porque é uma alternativa que envolve a colocação, portanto, no mercado de uma operação para financiar a Rioprevidência que por sua vez tem um papel importante porque um dos problemas do Rio é exatamente a questão do pagamento dos aposentados. 

Agora, tudo isso, é importante ser dito, depende do ajuste fiscal dos Estados. Qualquer coisa passa por um ajuste fiscal rigoroso dos Estados. Condição número um. 

Então basicamente é isto que nós estamos levando em conta. Não podemos prejudicar o ajuste fiscal do Governo Federal e os governos estaduais precisam fazer o ajuste fiscal. 

Repórter: Essa possível emissão da Rioprevidência já se discute um valor? Que montante poderia ser e em que momento?

Ministro: Eu gostaria apenas de deixar claro que o que nós temos são estimativas. Para isso eu estou aqui. Como eu falei ontem, inclusive, eu não tinha ainda muitos dados, não tinha entrado ainda nesta operação na medida em que apenas no final do dia de ontem e de hoje eu tenho já discutido em maiores detalhes esse possível lançamento, ou captação, da Rioprevidência. 

São valores estimativos, por isso é difícil falar. Hoje nós temos um valor aproximado de cerca de US$ 2 bilhões da operação anterior ainda que está em saldo. US$ 2 bilhões aproximadamente. Eu estou dizendo por estimativas de mercado, porque eu conversei com várias pessoas. Eu não analisei os livros do Rio de Janeiro para ver isso e muito menos os livros da Rioprevidência, só para deixar claro isso. Mas são estimativas. 

E o que teria que fazer, possivelmente, seria uma captação que não só pudesse gerar recursos adicionais, mas talvez, inclusive, uma captação suficiente para liquidar a operação atual outstanding dependendo de acordo com eventuais detentores, etc. Em resumo, isso será uma operação negociada no mercado. 

Repórter: Isso poderá ser em curto prazo, ministro?
Ministro: Curto prazo seria......? 

Repórter: Um mês...
Ministro: Certamente não na próxima semana. Mas para concluir com sucesso a operação acho que demora mais de um mês. É uma operação complicada, apesar de toda a prioridade. Houve uma reunião já do Banco do Brasil, em São Paulo, com alguns possíveis outros estruturadores da operação e eu aproveitei essa viagem a Nova York para também tratar disso. Estou trabalhando intensamente nisso, que é uma demonstração de como nós estamos procurando ajudar, mas dentro de formas que não prejudiquem o ajuste federal. 

Repórter: De qualquer forma então essa emissão superaria esses US$ 2 bilhões, porque teria que pagar a anterior e mais.....
Ministro: Sim. Certamente. 

Repórter: Passaria a US$ 3 bilhões?
Ministro: Pode ser US$ 3 bilhões, pode ser US$ 3,5 bilhões, pode ser US$ 4 bilhões. Vai depender da projeção mais acurada do fluxo de..... Tem duas questões aí: o fluxo de recebimento de royalties e a cobertura. Isto é, qual é a margem de segurança que vai se levar em conta para que possa haver esse desconto. 

Então se for dois para um, etc, se for cerca de US$ 700 milhões, nós poderemos chegar a um valor aí até maior que esse [valor] de alguma coisa entre US$ 1 bilhão e US$ 2 bilhões. Mas, de novo, tudo muito estimativa. Não estou aqui, como eu inclusive avisei aos bancos hoje, eu não estou aqui negociando a operação. 

Portanto, eu não quero nem falar em números precisos porque eu não estou aqui representando o Rio de Janeiro negociando essa operação, não. Estou levantando alternativas, a negociação será feita pelo Rio de Janeiro, pela Rioprevidência, se de fato concluir-se que eles deverão fazê-lo e se eles quiserem fazer.

sábado, 9 de dezembro de 2017

PAGAMENTO DOS SALÁRIOS EM ATRASO DOS SERVIDORES DO ESTADO - 14/12/2017 DIA DE DECISÕES E CONCLUSÕES


No próximo dia 14/12/2017 - DÉCIMO DIA ÚTIL DO MÊS DE DEZEMBRO - portanto, DIA DE PAGAMENTO pelo calendário do governo do estado do Rio de Janeiro, os servidores terão uma NOÇÃO / VISÃO mais real de como será o seu final de ANO e o início de 2018.

Até lá, é possível que mais alguma coisa dos salários em atraso referentes a SETEMBRO  e OUTUBRO sejam quitados. A utilização de RECURSOS NORMAIS DA ARRECADAÇÃO é fundamental para que o dinheiro do empréstimo se some a eles, e o MÁXIMO DE SALÁRIOS em atraso sejam quitados, além de se assegurar uma normalidade de pagamento no início do ano que vem. Se o governo tem dinheiro em caixa, deveria MANDAR PAGAR logo, reduzindo o sofrimento de quem espera em DEZEMBRO pelo salário de setembro e outubro.

Os recursos do empréstimo que vão entrar agora = R$ 2 Bilhões = são insuficientes para quitar tudo o que o governo deve nesse momento, e ainda pagar o salário de novembro de forma integral para todos os servidores.

O DÉCIMO TERCEIRO de 2017 por enquanto só tem recursos disponíveis para a SEEDUC e DEGASE, pois estes vem em sua maior parte do FUNDEB.

Com um cenário mais definido de que o EMPRÉSTIMO concedido pelo Banco BNP Paribas estará já na semana que vem, mais tardar em 18 de dezembro nos cofres do governo, a situação e o ambiente melhorou um pouco. Tudo indica que será um FINAL DE ANO menos difícil para os servidores ativos, aposentados e pensionistas.

Agora, é preciso esperar a movimentação do governo. Enquanto isso continuar cobrando.

Sem pessimismo, mas também sem achar que tudo está, e estará resolvido.

Servo
Conexão Servidor Público
Direitos Reservados

ATENÇÃO LEITORES
ATENÇÃO LEITORES: Nós estamos com problema no nosso sistema. Não estamos conseguindo manter os computadores funcionando. O suporte técnico já foi acionado. Qualquer demora em responder oi publicar outras matérias se deve a isso.

ACERVO SOU SERVIDOR

CONEXÃO NOTÍCIAS

CONEXÃO NOTÍCIAS
O SERVIDOR / TRABALHADOR BEM INFORMADO - CLIQUE NA IMAGEM