sábado, 24 de junho de 2017

STF INTIMA GOVERNO DO RIO A SE MANIFESTAR SOBRE REPASSE AO TJ/RJ - RESTANTE DO PAGAMENTO DE ABRIL AMEAÇADO !


48 HORAS PARA PEZÃO EXPLICAR O MOTIVO DE NÃO TER REPASSADO OS R$ 240 MILHÕES DO DUODÉCIMO DEVIDO AO TRIBUNAL.

LIBERA LOGO PEZÃO !

Se o governo do Estado não liberar imediatamente na segunda-feira (CEDO), mais uma PARCELA do pagamento de ABRIL, para os mais de 100 MIL servidores que ainda não receberam seu salário de forma integral, o risco de já na TERÇA-FEIRA não ter como pagar mais nada tão cedo, (pois é certo que o STF vai autorizar o ARRESTO das contas do ESTADO), é GRANDE.

O ESTADO já está repassando parte - parcelada - do DUODÉCIMO ao TJ. 

Mas, só tem previsão de CONCLUIR o valor integral no início de JULHO. 

O motivo / resposta que PEZÃO vai enviar ao STF todos sabem: CRISE FINANCEIRA - FALTA DE DINHEIRO.

sexta-feira, 23 de junho de 2017

JORGE PICCIANI X FERNANDO PEZÃO - SERVIDOR E CIDADÃO NÃO PODEM SAIR PERDENDO NESSA BRIGA


ESTÁ declarada uma GUERRA entre o Presidente da ALERJ - Jorge Picciani e o governador do Estado - Fernando Pezão. 

O motivo alegado por Picciani para seu exacerbado e repentino descontentamento com Pezão, é a busca pelo governador de um acordo em torno do TETO DE GASTOS, imposição da UNIÃO através de seus representantes do Ministério da Fazenda, para que o Regime de Recuperação Fiscal seja implantado. 

Picciani não quer esse teto, ele tem razão quando diz que o Governador se submete a todas as imposições do governo Temer, que o governo é ruim, que o governador não tem mais condições de governar...Pena que Picciani só descobriu isso agora, depois de ANOS e ANOS apoiando tudo o que Cabral fez e tudo que PEZÃO continuou fazendo.

Picciani não quer perder poder, Picciani quer se descolar de um governo que tem péssima avaliação, Picciani quer desde já preparar o seu discurso, e o discurso de seus filhos, para apresentar, com OLHO na ELEIÇÃO de 2018.

Ocorre que o RIO está numa situação caótica, não há mais espaço para POLITICAGEM. 

Ao ponto que se chegou, é fundamental agora assinar esse ACORDO, receber o DINHEIRO dos empréstimos, BARRAR definitivamente os BLOQUEIOS, parar de pagar a dívida com a UNIÃO, e com isso pagar os servidores e colocar as contas do Estado minimamente em dia, ainda que não seja duradouro.

É preciso chegar até o final de 2018 - VIVOS - Os Servidores do Estado precisam de um período para se recuperar. Em 2019, quem entrar, que tenha COMPETÊNCIA para negociar ou CORAGEM de peitar o governo FEDERAL, e então rever tudo que é INJUSTO e RUIM nesse REGIME - PLP.


23/06/2017 
Encontro aconteceu no Palácio Guanabara, nesta sexta-feira (23/6)

O governador Luiz Fernando Pezão realizou, nesta sexta-feira (23/6), no Palácio Guanabara, reunião com representantes do Ministério Público estadual (MP), Tribunal de Contas do Estado (TCE) e Tribunal de Justiça (TJ), como continuidade do processo de busca conjunta de convergência em torno de parâmetros que garantam, nos orçamentos referentes ao período no qual o Estado estará sob o Regime de Recuperação Fiscal (RRF), as condições para auxiliar no equilíbrio fiscal do Rio de Janeiro.

A reunião, da qual participaram o procurador-geral de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, Eduardo Gussem, a presidente do TCE, Marianna Montebello, o ex-procurador-geral de Justiça do Rio, Marfan Martins Vieira, e os desembargadores Ricardo Couto e Flavia Romano, do Tribunal de Justiça, foi parte das discussões que ocorreram ao longo desta semana com os representantes dessas instituições, relativas às normas e diretrizes orçamentárias para o equilíbrio fiscal.

Simultaneamente a essas discussões, o governador Pezão prossegue na rotina de diálogo com o governo federal, por intermédio do presidente em exercício, Rodrigo Maia, e do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, reafirmando que, não obstante o Governo do Estado considere possível fechar o acordo de adesão ao RRF utilizando parâmetros já previstos nas leis 101 (Lei de Responsabilidade Fiscal), 159 (que institui o Regime de Recuperação Fiscal dos estados e do Distrito Federal) e 156 (que estabelece o Plano de Auxílio aos Estados e ao Distrito Federal), o entendimento entre as instituições garantirá a obtenção de um acordo duradouro e sustentado ao Rio.

- Minha prioridade é fechar o acordo, para que possamos regularizar o pagamento dos servidores e pensionistas e dar previsibilidade às contas do Estado. Essa é e será a minha luta até o último dia do meu mandato, em 31 de dezembro de 2018 - garantiu o governador.

POLÍTICA E PODER NO RIO DE JANEIRO - 40 GRAUS EM PLENO INVERNO


INSTABILIDADE POLÍTICA, INCOMPETÊNCIA, CORRUPÇÃO E DISPUTA POR PODER, AGRAVAM A JÁ COMBALIDA ESTRUTURA ECONÔMICA E SOCIAL DO RIO DE JANEIRO.

Nosso ESTADO vive um momento dificílimo. 

Nesse JOGO de PÔQUER político que vemos se intensificar, as diversas forças que disputam espaço desde já, pensando na sua sobrevivência e nas eleições de 2018, BLEFAM e fazem APOSTAS, JOGANDO PESADO na destruição dos contrários, mesmo que esses agora adversários, fossem até ontem, os PARCEIROS, ou CÚMPLICES de longa data.

É fato, não temos governo no Rio de Janeiro, ou, no mínimo, pode-se dizer que o governo é tão ruim, que equivale a não poder ser chamado de governo.

Mas, também não temos opção a este governo, pois , em se tratando de IMPEACHMENT ou INTERVENÇÃO, o que virá, é parte do que está aí, é trocar SEIS por MENOS MEIA DÚZIA.

Não se sabe o que pode acontecer daqui a cinco minutos.

Essa INSTABILIDADE e falta de total "CHÃO" para todos os segmentos, é terrível.

Só quem lucra com isso são os criminosos, armados com fuzis, ou empunhando caneta e usando terno e gravata.

Quando um governador diz que não sabe se chega ao final de seu MANDATO, quando um PRESIDENTE de Assembleia chama o governador de incompetente, quando um ex-governador está preso, acusado de crimes que podem lhe render MAIS DE CEM ANOS DE CADEIA, e quando todas as opções de um determinado partido e seus aliados, é composta por acusados, delatados, indiciados e réus, sendo isso / esses, a opção de assumir o poder em substituição ao "boneco" prestes a cair ou ser derrubado, é de fato para ficar apavorado.

Nem adianta olhar para BRASÍLIA, pois de lá só vem BOMBA.

Não sei se a culpa é do MÊS DE JUNHO, mês dedicado às QUADRILHAS, mas, nunca foi tão difícil fazer análise política, sem correr o risco de ser queimado pela FOGUEIRA.

GOVERNO FEDERAL QUER FAZER CONFISCO DO FGTS E POSTERGAR PAGAMENTO DE AUXÍLIO DESEMPREGO

ESSE HOMEM VEM PREJUDICANDO O RIO DE JANEIRO FAZ TEMPO, AGORA QUER ATACAR O FGTS, UM DINHEIRO QUE É DIREITO DOS TRABALHADORES.
HENRIQUE MEIRELLES

Através do Banqueiro que é MINISTRO, ou, do MINISTRO que é BANQUEIRO, não importa muito, pois a ordem dos fatores não alter a imoralidade que é, HENRIQUE MEIRELLES ter saído DIRETO da JBS de JOESLEY BATISTA para o governo TEMER, e mesmo depois de todas as denúncias e das evidências de que a EMPRESA cometeu vários crimes de SUBORNO e estava MANCOMUNADA com elementos do governo anterior e desse que aí está agora, CONTINUAR MINISTRO, sem ser importunado pela imprensa, vem a afirmação de que a UNIÃO pretende AVANÇAR sobre o FGTS dos TRABALHADORES, modificando as REGRAS DE SAQUE na DEMISSÃO sem JUSTA causa.

NA prática, o que o governo, ou desgoverno de TEMER deseja, é confiscar por três meses após a demissão de um trabalhador, o seu FGTS, lhe permitindo sacar apenas mensalmente o valor que ele recebia como se estivesse trabalhando. Findo estes três meses, o trabalhador, se não tivesse arrumado outro emprego, poderia dar entrada no SEGURO DESEMPREGO, e só então sacar seu FGTS

ASSIM, com essa ideia que parece coisa de MAFIOSO, o governo deixaria de desembolsar com os RECURSOS DEVIDOS e DESTINADOS  para isso, os valores pagos no SEGURO DESEMPREGO.

É uma medida ILEGAL e IMORAL, mas, de MICHEL TEMER e sua TURMA, só se pode esperar isso.

NOTA: Tente agendar uma DATA para dar entrada no SEGURO DESEMPREGO ! Ninguém consegue. Por incompetência ou má fé do governo, ou pelos dois fatores associados, quem perde o emprego hoje, não consegue dar entrada no SEGURO, O SISTEMA DE AGENDAMENTO SIMPLESMENTE NÃO FUNCIONA.

quinta-feira, 22 de junho de 2017

REUNIÃO DO MUSPE COM PEZÃO - SEM PREVISÃO DE PAGAMENTO DOS ATRASADOS


E AINDA COM RECONHECIMENTO DA FRAGILIDADE DA SUSTENTAÇÃO E CONTINUIDADE DO ATUAL GOVERNO.

Sempre que governo e servidores se encontram para discutir problemas e buscar soluções, isso é positivo e louvável. No presente caso, esse encontro do MUSPE com PEZÃO, interrompeu um período longo em que isso não acontecia. Na prática, o encontro de hoje serviu para reafirmar as dificuldades que o governo PEZÃO tem, em administrar e aplicar medidas que solucionem as dificuldades financeiras que o ESTADO atravessa. Pezão foi claro ao dizer que para ele, somente com a assinatura do ACORDO com a UNIÃO, e consequente liberação posterior de recursos via empréstimos, o ESTADO vai conseguir PAGAR em dia e regularizar SALÁRIOS ATRASADOS. Quanto a outras reivindicações não houve definição se e quando serão atendidas.

O FATO MAIS RELEVANTE OU SURPREENDENTE DA REUNIÃO, foi o governador passar a MENSAGEM de que não pode garantir nada aos servidores, pois nem ele mesmo sabe se conclui o mandato. 

Fica muito difícil de encontrar solução para problemas tão graves como os que assolam o Rio de Janeiro, quando se tem um governo, além de INCOMPETENTE e CORROÍDO pela CORRUPÇÃO, sendo minado por ex-parceiros. Cabral ameaça delatar, e PICCIANI, já pensando na sua reeleição e dos seus filhos, ataca Pezão em puro exercício de oportunismo.

Bom que se diga, porém, que existe chance desse acordo com a UNIÃO ser assinado, e que, ainda com atraso, o pagamento vai continuar saindo. Em nosso entendimento, o sem previsão de pagamento a que o governador se refere, é PAGAR EM DIA E PAGAR GRATIFICAÇÕES E DÉCIMO TERCEIRO.

AGORA, SOLUÇÃO, só de 2019 em diante, e isso, se o povo do Rio de Janeiro tiver maturidade e vergonha, para VARRER definitivamente do nosso cenário político, essa turma do PMDB e dos partidos e políticos que sustentaram e participaram de toda esse enredo MACABRO.

A NOTA DO GOVERNO DO ESTADO SOBRE O ENCONTRO
PEZÃO RECEBE REPRESENTANTES DO MUSPE

22/06/2017
Reunião aconteceu, nesta quinta-feira (22/6), no Palácio Guanabara

O governador Luiz Fernando Pezão recebeu, nesta quinta-feira (22/6), no Palácio Guanabara, representantes do Movimento Unificado dos Servidores Públicos Estaduais (Muspe). Na reunião, que durou cerca de 90 minutos, Pezão reiterou que a prioridade do governo estadual é o pagamento dos salários dos servidores ativos, inativos e pensionistas.

O governador explicou que a assinatura da adesão do Estado do Rio de Janeiro ao Regime de Recuperação Fiscal deverá ocorrer em breve e, assim que a homologação estiver concluída, os pagamentos dos salários e vencimentos deverão estar regularizados em prazo de cerca de 60 dias.

O termo de compromisso que resultou no Regime de Recuperação Fiscal foi assinado, entre o governo federal e o Estado do Rio, no dia 26 de janeiro. No fim de maio, houve a aprovação do texto final no Congresso Nacional, sendo que o governo fluminense já cumpriu a maior parte das contrapartidas exigidas pela União.

O plano de recuperação fiscal, que terá vigência de três anos após a homologação do presidente da República, prevê, entre outras medidas, a suspensão do pagamento da dívida com a União e dos bloqueios nas contas do Estado.

Todas as medidas elaboradas pelo governo do Rio para garantir a adesão ao Regime vão garantir cerca de R$ 62 bilhões aos cofres públicos, sendo R$ 3,5 bilhões em empréstimos assegurados pela alienação das ações da Cedae. Os recursos serão utilizados prioritariamente para o pagamento dos salários dos servidores estaduais ativos e inativos e pensionistas.

Entre as medidas já aprovadas na Alerj e que vão possibilitar a homologação da adesão do Rio ao Regime de Recuperação Fiscal estão, além da alienação das ações da Cedae, mudanças no regime de pensões por morte e aumento da alíquota de contribuição previdenciária de parte dos servidores e patronal. 

SÉRGIO CABRAL VAI DELATAR FERNANDO PEZÃO - E MAIS OS VOTOS COMPRADOS NO COMITÊ OLÍMPICO INTERNACIONAL


A movimentação da defesa do ex-governador Sérgio Cabral, é no sentido de que ele vai em breve assinar um TERMO DE DELAÇÃO PREMIADA.


É dado como certo, que o ex-governador Cabral, será condenado nos 11 processos onde já é RÉU, a um somatório de PENAS PESADAS, em termos dos ANOS em que ficará PRESO. 

Tão graves são as acusações, tão abundantes as provas e tão terríveis e sequenciais os crimes que o ex-governador cometeu, ou teria cometido, que ele pode ficar cerca de 20 ANOS PRESO EM REGIME FECHADO.

Como é considerado CHEFE do esquema criminoso de grande parte do que é acusado, só resta a CABRAL, DELATAR pessoas envolvidas em SITUAÇÕES PRÓXIMAS, RELACIONADAS e TÃO GRAVES quanto os delitos de que é acusado.

ASSIM, Sérgio Cabral já trataria de organizar uma DELAÇÃO envolvendo os JOGOS OLÍMPICOS no Rio de Janeiro, indo desde a "COMPRA - PAGAMENTO DE PROPINA" para que membros do COI votassem na CIDADE DO RIO como SEDE, passando por ACERTOS nas OBRAS, e prováveis CÚMPLICES DE PESO, nos desvios de dinheiro público.

Três nomes TERIAM SURGIDO então, como sendo ARROLADOS por CABRAL, na por enquanto provável DELAÇÃO.

São eles: O ex-presidente LULA, o ex-prefeito Eduardo Paes, o seu então VICE, e hoje governador do Estado do Rio de Janeiro, Fernando Pezão. 

DA DELAÇÃO constariam ainda os DELEGADOS comprados, e os "amigos" do governador que atuaram para fazer os contatos e oferecer o "jabá".

Tudo é probabilidade, sendo certo apenas, que Sérgio Cabral não vai Pagar esse PATO sozinho, e até quem pode ter "FECHADO OS OLHOS" para os desvios, vai entrar na RODA. 

No âmbito do ESTADO e de suas "autoridades", quando CABRAL falar, ele vai ABALAR os três PODERES ESTADUAIS.

GOVERNO DO ESTADO PAGA SALÁRIO DE MAIO INTEGRAL PARA OS SERVIDORES DA FAZENDA

PRIORIZANDO OS MAIS FORTES, E SEMPRE QUASE QUE AS ESCONDIDAS

Sem qualquer comunicado, optando por seguir na sua linha de ESCONDER que PAGA e PRIORIZA alguns segmentos de servidores, além de SEGURANÇA e EDUCAÇÃO, o governo do Estado do Rio de Janeiro, pagou ontem aos ATIVOS DA SECRETARIA DA FAZENDA e PLANEJAMENTO (aproximadamente 2.800 SERVIDORES) o salário integral de MAIO.

Uma simples comparação com o depósito de mais uma PARCELA ÍNFIMA, referente ao mês de ABRIL para 150 MIL servidores, mostra, como esse governo é COVARDE, como é INJUSTO, e como não tem um mínimo de respeito pelos SERVIDORES.

PARA pagar MAIO AOS 2.800 SERVIDORES da FAZENDA, o governo PEZÃO disponibilizou R$ 40 MILHÕES, enquanto que para os demais 150 MIL servidores, apenas R$ 60 MILHÕES.

Depois dessa PARCELA de R$ 450,00 liberada ontem, ainda esperam receber seus salários de ABRIL, algo em torno de 130 MIL servidores, que não sabem quando a quitação ocorrerá.

Referente a MAIO então, aí é que a perspectiva é mais sombria. 

O governo agora adotou de VEZ a IMORAL e TERRÍVEL conduta de deixar esse grupo de servidores com MAIS de mês de defasagem em relação aos servidores que PRIORIZA, E RECEBEM MAIS OU MENOS EM DIA.

quarta-feira, 21 de junho de 2017

ESTADO PAGA HOJE MAIS UMA PARCELA DO SALÁRIO DE ABRIL /2017 - RS 450,00



ESTADO DEPOSITA NESTA QUARTA-FEIRA (21/06) R$ 62 MILHÕES DA FOLHA DE ABRIL

21/06/2017 

A Secretaria de Estado de Fazenda deposita, nesta quarta-feira (21/6), R$ 62 milhões referentes ao salário de abril para os servidores ativos, inativos e pensionistas que até o momento não receberam os seus vencimentos integrais. 

Este total representará um valor individual de até R$ 450, que será depositado ao longo do dia, mesmo após o término do expediente bancário. 

De acordo com o resultado da arrecadação, a Fazenda anunciará em breve quando se dará novo depósito. 

A partir do crédito que será efetuado hoje, o Estado terá quitado os salários de abril para 72,57% dos servidores e pago R$ 1,299 milhão líquido da folha de abril. 

O valor líquido da folha do Executivo é de R$1,6 bilhão.

NOTA DO BLOG: Evamos para mais um momento de ansiedade e expectativa. Agora por mais uma parcela de R$ 450,00. O estado com isso, já pagou / terá pago R$ 1.450,00 referentes ao mês de ABRIL. A próxima parcela será anunciada sobre valor e data. Não há indicativo de que desse montante de R$ 62 MILHÕES, façam parte o s valores recentemente devolvidos pela UNIÃO.

   LEIA + LEIA + LEIA +   

GOVERNO DE MICHEL TEMER E O DESCARAMENTO DA BARGANHA DE VOTOS POR NOMEAÇÕES POLÍTICAS

ARRESTO DE CONTAS DO ESTADO PARA PAGAR DUODÉCIMO AO TJ/RJ - SAQUE !!!!!!

Desembargador Milton Fernandes
PRESIDÊNCIA DO TRIBUNAL JÁ ENTROU COM PEDIDO DE AUTORIZAÇÃO JUNTO AO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL

Rápido 1
O TJ/RJ foi oficialmente comunicado pelo governo do Rio (em 14/06), que não receberia no dia 20/06 (ontem) a integralidade dos valores referentes ao DUODÉCIMO CONSTITUCIONAL a que o estado está obrigado a repassar ao Judiciário fluminense.

O valor é de aproximadamente R$ 240 milhões.

O governo do Rio estabeleceu uma data limite de 05 de julho, para que todo o repasse ao TJ/RJ esteja concluído. Essa data é posterior a data de pagamento dos servidores do TJ/RJ que recebem no último dia útil do mês, o salário do próprio mês. Portanto, o salário de Junho deverá ser pago aos DESEMBARGADORES, JUÍZES, SERVENTUÁRIOS DA JUSTIÇA e PENSIONISTAS DE MAGISTRADOS, no dia 30 de junho.

Expirado o prazo, ontem mesmo o TJ já encaminhou pedido de ARRESTO ao STF, pedindo autorização para que R$ 240 MILHÕES sejam arrestados / retirados dos cofres do Rio. 

Não há nenhuma dúvida de que o Ministro Dias Toffoli vai conceder a autorização.

RÁPIDO 2
Antes que o STF autorize o Bloqueio  e ARRESTO, o governo do Estado, que assegurou ser sua prioridade pagar o complemento do salário de ABRIL de mais de 100 mil servidores do executivo que ainda não receberam, DEVE correr e liberar esse pagamento, ou pelo menos parte desse pagamento, de acordo com suas disponibilidade de caixa.

DUELO DO VELHO OESTE
Lamentável essa situação, de quem SACAR PRIMEIRO receber, e quem for ruim no GATILHO ficar chupando o dedo. É o resultado da CORRUPÇÃO e INCOMPETÊNCIA de sucessivos anos de governo do PMDB - Cabral e Pezão - no Rio de Janeiro.

Pagar o DUODÉCIMO é OBRIGAÇÃO CONSTITUCIONAL, pagar o SALÁRIO DE SERVIDOR TAMBÉM. Se é para escolher alguém para SACAR MAIS RÁPIDO, o BLOG torce para que o servidor do executivo vença esse "DUELO".

É SIMPLES
Os servidores do TJ, esperam e tem direito de receber o mês de JUNHO, portanto, sem nenhum atraso, já o pessoal do executivo, espera o complemento do PAGAMENTO DE ABRIL, portanto... 

...Depois, de hoje até o final do mês, o ESTADO consegue o recurso para pagar o TJ, e se atrasar, vai ser um dia ou dois, o que embora seja lamentável, não passa nem perto da TRAGÉDIA que vivem os servidores do EXECUTIVO.

UNIÃO DEVOLVE R$ 109,5 MILHÕES "SURRUPIADOS" DOS COFRES DO RIO DE JANEIRO

DINHEIRO HAVIA SIDO ARRESTADO/BLOQUEADO PELO GOVERNO FEDERAL, MESMO  APÓS O STF TER PROIBIDO QUE A UNIÃO EXECUTA-SE COBRANÇA DE CONTRAGARANTIAS DE EMPRÉSTIMOS

Agora é ver como o governo do Estado vai utilizar esse dinheiro. O governador Pezão garantiu que a prioridade é pagar o salário de ABRIL dos servidores que ainda não receberam. Espera-se então, que  a SEFAZ, o mais rápido possível libere esse pagamento.

A notícia de que o dinheiro já entrou na conta do governo do Rio foi confirmada pela coluna de Ancelmo Gois.


"Foram devolvidos, hoje, ao governo do Rio, R$ 109 milhões que a União havia bloqueado das contas do Estado em 6 de junho. Tinha sido por causa das contragarantias de empréstimos que o Rio não pagou.
A devolução foi uma determinação do ministro Luiz Fux, do STF, em decisão de 14 de junho, acolhendo uma reclamação da Procuradoria Geral do Estado do Rio."
O Globo

NOTA DO BLOG: Vamos acompanhar, lembrando que R$ 109 MILHÕES, mesmo que o governo do Estado não aporte mais outros recursos do TESOURO, são suficientes nesse momento para liberar uma PARCELA em torno de R$ 800,00 / 900,00, VISTO QUE, MUITOS SERVIDORES, com os R$ 1.000,00 já pagos referentes a ABRIL, estão com seus vencimentos quitados, ou com pequenas diferença ainda para ser recebida. 

Os salários de ativos, aposentadorias e pensões pagos pelo ESTADO DO RIO, em grande parte, são de baixíssimo valor.

Publicado em: 20/06/17 21:51
Fuso horário de Brasília

ACERVO SOU SERVIDOR

CONEXÃO NOTÍCIAS

CONEXÃO NOTÍCIAS
O SERVIDOR / TRABALHADOR BEM INFORMADO - CLIQUE NA IMAGEM